Trairão da Serra do Cachimbo

06/10/2013 11:46

Olá pessoal segue um relato da minha Pescaria em Guarantã do Norte MT, mais precisamente no Rio Braço Norte na Serra do Cachimbo. O Rio Braço Norte é um dos Rios que deságuam no Rio Teles Pires. A Pescaria foi organizada pelo meu amigo Nelson. Nosso objetivo era fisgar os Trairões. O grupo de pescadores foram Chen, Makalé, Nelson e eu.

A aventura começou no dia 19 de Setembro nos aeroportos, pois pra chegarmos em Alta Floresta fizemos quatro conexões; São Paulo / Belo Horizonte, Belo Horizonte / Goiânia, Goiânia/Cuiabá, Cuiabá /Alta Floresta e par finalizar os passeios pelos Aeroportos mais 200 Km de estrada. Fomos recebidos no Aeroporto de Alta Floresta pelo Guia Renê Alves que nos transportou até o local de Pesca na Serra do Cachimbo. Ficamos acampados em Barracas onde também nos esperava o outro guia Ivonir. O acampamento já estava preparado nos esperando com belíssima costela na brasa. A partir do dia 20 saíamos pra pescar em dois barcos Equipados com motor de 15 HP e motor elétrico onde o grupo foi dividido em duas duplas Makalé e Chen , eu e o Nelson.

 A tralha utilizada era composta de carretilhas, varas de ação média entre 17 a 20 lbs e eu com Equipamento de Fly #6. As iscas de superfície que faziam bastante barulho para atrair os enormes Trairões, no Fly foram utilizados popers.

No primeiro dia já tivemos muitas capturas de Trairões com pesos acima de 5 kg. Apesar de não termos conhecimento do local, os nossos guias mostraram que conhecem muito bem e nos posicionavam nos locais onde encontrávamos com facilidade os (nervosos, estúpidos e sem educação) Trairões. Após um dia de pesca nossas iscas ficavam perfuradas descascadas, depenadas, algumas inutilizadas pela voracidade dos ataques que sofriam.

Ao retornar para o acampamento conhecemos uma outra qualidade de nosso Guia Renê que é a culinária onde a cada dia nos preparava um delicioso prato diferente (arroz com pequi, Costela assada e outros pratos típicos da região)

Os outros dias de pesca não foram diferentes, muitas explosões na superfície, muita ação e muitas iscas destruídas.

Além da excelente pescaria o local é de encantar pela beleza das aves e paisagens. Tivemos muitas ações, perdemos várias fisgadas mas fisgamos muitos. Como diz o nosso guia “Para cada pau seco que a gente enxerga tem cinco Trairões “. 

Para finalizar deixo um conselho: se você tem problemas cardíacos não faça essa Pescaria pois se tem peixe bruto que explode na superfície que dá susto na pegada é esse tal de Trairão.

 

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!